Boa Tarde! Hoje é 23 de Julho de 2024


Movido à superação, 36ºShow Rural 2024 bate recordes

Movido à superação, 36ºShow Rural 2024 bate recordes
Em cinco dias, mais de 391 mil pessoas estiveram no parque que abriga um dos maiores eventos técnicos do agro do planeta


A 36ª edição do Show Rural Coopavel, realizada de 5 a 9 de fevereiro, em Cascavel, no Oeste do Paraná, entra para a história como a maior já realizada.
O presidente Dilvo Grolli anunciou os números finais em mensagem à imprensa e a todos que, de uma forma ou outra, contribuíram para o êxito do evento: 391.316 visitantes passaram pelo centro tecnológico da cooperativa nos cinco dias da realização e o volume comercializado pelos 600 expositores alcançou R$ 6,1 bilhões, R$ 600 milhões a mais que o estimado.
“Esses são os maiores números da história do Show Rural, que começou em 1989 com apenas 110 visitantes. Esse é o resultado do planejamento e da união de uma equipe comprometida e que quer o melhor para um evento que dissemina inovações para o campo produzir mais, melhor e com sustentabilidade”, afirma Dilvo, ressaltando a importância da disseminação de novas tecnologias e inovações para os mais diferentes setores do agro brasileiro.
Neste ano houve recorde também de tecnologias apresentadas – foram mais de seis mil. “E tivemos 160 empresas de inovação e startups no Show Rural Digital, mostrando o quanto essa conexão da tecnologia com o campo é forte e inseparável”. Realizar um evento com essa amplitude exige amor, dedicação, trabalho comprometido e muita persistência, complementa o coordenador geral, o agrônomo Rogério Rizzardi.
A edição de 2025 já tem data para acontecer: 10 a 14 de fevereiro. A missa de abertura será no dia 9 de fevereiro.

Um evento sustentável
A preocupação com o meio ambiente vai além das palestras e convênios firmados ao longo do ano pela Coopavel. Ela pôde ser verificada na prática principalmente durante a realização da 36ª edição do Show Rural, de 5 a 9 de fevereiro. Aproximadamente 200 colaboradores estiveram envolvidos nos serviços de coleta, limpeza, separação e gestão dos resíduos gerados durante a mostra de tecnologia.
“Temos uma grande preocupação com a gestão dos resíduos devido ao grande volume gerado, desde as etapas de montagem e desmontagem da feira, além dos dias de realização do evento em si”, comenta a coordenadora da área de Meio Ambiente do Show Rural Coopavel, Lucimar Novaes da Silva.
Mais de 120 toneladas de resíduos foram gerados no pré, durante e pós-evento. Com a inauguração de uma central de triagem, grande parte desses materiais recebeu destinação correta. Mais de 700 lixeiras (para materiais recicláveis e orgânicos) foram espalhadas pelo parque. O evento também utilizou cerca de 300 mil copos biodegradáveis em substituição aos convencionais.
As práticas ambientais e de sustentabilidade estão no DNA da Coopavel, que desde o início de suas atividades, há 53 anos, preocupa-se em orientar os seus cooperados e produtores rurais sobre a utilização de métodos e técnicas capazes de elevar a produtividade, reduzindo os custos e respeitando os recursos naturais da propriedade, observa o presidente Dilvo Grolli.

 

Natúlia e Cataê
Como forma de trabalhar a educação ambiental e auxiliar as pessoas orientando sobre os destinos corretos de resíduos, os personagens Natúlia e Cataê circularam e abordaram pessoas nos espaços do Show Rural.
“A Coopavel lançou recentemente o programa de gestão de resíduos chamado Cataê, que tem como objetivo também levar a informação e sensibilização ao público com relação a importância de fazermos a gestão adequada dos resíduos. Isso se estende não só ao Show Rural, mas proporcionar ao visitante que ele entenda a importância de adotar a prática da separação e da sustentabilidade na casa dele também”, explica Lucimar.

Depois de dois dias intensos dedicados a apresentar soluções inovadoras para o agronegócio, o Hackathon 2024 premiou as mentes brilhantes vencedoras da maratona de tecnologia. Durante a cerimônia de premiação o presidente da Coopavel, Dilvo Grolli, assinou com a SisAgro contrato de parceria fruto de um produto desenvolvido no Hackathon de 2022. Simbolicamente, ele assinou o documento na cabeça da representante da empresa. “Essa mente brilhante proporcionou essa bela parceria”, disse Dilvo em tom descontraído.
A equipe vencedora do Hackathon deste ano e que terá como prêmio uma viagem para conhecer o ecossistema de inovação do Chile foi a Agrofag. Ela foi integrada por Lucas Fernando Lima (25), Pedro Zaura (33), João Vitor Sobanski (28), Higor Salmazo (21) e Lucas Dartora (29).
“Viemos com uma equipe da FAG com alunos de Toledo e Cascavel, muito confiantes, até por conta do trabalho que desenvolvemos já na universidade. E nada melhor do que um evento como esse para conseguir mostrar o valor deles. Além de mostrar a desenvoltura e o potencial dos alunos, esse também é um evento que abre oportunidades de negócio, até mesmo para entrar no mercado de trabalho e desenvolver soluções”, disse o professor Lucas Dartora.
O segundo lugar foi para a equipe GoVeg, que levou prêmio em dinheiro no valor de R$ 4 mil. Ela é integrada por Jhonatan Westerhofen, Sandro Ramos, Lucas Martins e Carlos Henrique Rosa.
O terceiro lugar foi para a equipe Zenith, que faturou prêmio de R$ 2 mil. Integraram o grupo Gabriel, Vinicius, Clóvis, Juba e Gabriel.

  1. Parceria sólida
    O Sebrae/Paraná foi, mais uma vez, um dos parceiros do Hackathon Show Rural Digital. Além de apoiar os participantes durante a maratona, a instituição também vai acompanhá-los na jornada pós-evento, oportunizando a participação dos grupos em ações e iniciativas sobre inovação, startups e editais de fomento, por exemplo.
    Para o gerente da Regional Oeste do Sebrae, Augusto Stein, essa interação é essencial para que o esforço empregado durante o Hackathon possa resultar em novos negócios.
    “Tradicionalmente, apoiamos e realizamos hackathons em todo o Estado porque entendemos as maratonas como uma oportunidade para que novas ideias sejam geradas e consolidadas e para que os participantes consigam transformar projetos em negócios. Dessa forma, teremos novos empreendedores e empresas de tecnologia, ajudando a suprir uma necessidade local. Estarmos aqui, ao lado de parceiros atuantes no ecossistema e da própria Coopavel, tem uma importância simbólica e representa a força da nossa região”, afirmou Stein.
    Campeões do hackathon ganham viagem ao Chile
    WhatsApp-Image-2024-03-06-at-090648-26
    WhatsApp-Image-2024-03-06-at-090648-25
    WhatsApp-Image-2024-03-06-at-090648-24
    WhatsApp-Image-2024-03-06-at-090648-23
    WhatsApp-Image-2024-03-06-at-090648-21
    WhatsApp-Image-2024-03-06-at-090648-22
    WhatsApp-Image-2024-03-06-at-090648-19
    WhatsApp-Image-2024-03-06-at-090648-20
    WhatsApp-Image-2024-03-06-at-090648-18
    WhatsApp-Image-2024-03-06-at-090648-17