Boa Tarde! Hoje é 25 de Maio de 2022


Abertura da Exposição da Itaipu bate recorde do Pavilhão Brasil na Expo 2020 Dubai

Abertura da Exposição da Itaipu bate recorde do Pavilhão Brasil na Expo 2020 Dubai
Atrações da binacional incluem o ballet "A Lenda das Cataratas", que estreou neste domingo (20).


    A abertura da exposição da Itaipu Binacional neste domingo (20), na Expo 2020 Dubai, levou grande público ao Pavilhão Brasil. Ao todo, foram mais de 32 mil visitantes. Com a marca, o pavilhão se aproximou da marca de 1,8 milhão de visitantes somados desde o início da Expo, em 1º de outubro de 2021.

    O grande destaque desse domingo foi a estreia do ballet “A Lenda das Cataratas”, da Cia. Quasar de Dança e Cia K. Os bailarinos dançam sobre o espelho d’água do Pavilhão Brasil, ao som da trilha sonora composta por Magda Pucci, com projeções em vídeo preparadas por VJ Spetto e coregrafia de Henrique Rodovalho.

    O público lotou o Pavilhão Brasil para assistir à história de Naipi e Tarobá, que será encenada duas vezes por noite (às 19h e às 20h50) até o encerramento do evento, em 31 de março. Ao longo do dia, também foi grande a movimentação, que pode ser percebida pelas filas desde a entrada do pavilhão.

    Logo que chega, o visitante passa por uma instalação que remete aos rios voadores, que é como se chama a conexão entre os biomas brasileiros por meio das chuvas. Ali, ouve explição sobre como se dá essa conexão pela água. A seguir, por meio de um totem, as pessoas recebem as boas-vindas com informações gerais sobre a Itaipu e Foz do Iguaçu.

    O visitante também é convidado a baixar um aplicativo que fornece informações diversas, notícias, roteiro da exposição, e uma seção de QR code que permite projetar, com o celular, animais da fauna da Mata Atlântica em áreas do pavilhão. Também é possível plantar uma árvore, contribuindo com a compensação de carbono de cada visitante no pavilhão.

   A exposição conta ainda com cabines instagramáveis (dentro delas, as pessoas parecem estar sob a água). Com óculos de realidade virtual, é possível visitar virtualmente a Itaipu, o reservatório e entender melhor a geração hidrelétrica. Um jardim vertical oferece uma mostra de essências nativas da Mata Atlântica. É possível, inclusive, sentir os cheiros de plantas medicinais típicas da região.

    No segundo andar, a Sala Igarapé tem mesas com telas touch screen, em que se pode navegar pela história e ações da Itaipu, e por conteúdos de sustentabilidade. A seguir, há uma sala imersiva 360º mostrando o ciclo da água e sua relação com a geração de energia na Itaipu. Após, o visitante passa por uma galeria em que conhece depoimentos de pessoas da região (Vozes do Território), uso de dados na gestão sustentável do território (Núcleo de Inteligência Territorial – NIT) e ações da Itaipu relacionadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030. O roteiro finaliza com a Ciência na Esfera, abordando as ações climáticas da Itaipu.

    É importante destacar que quase todas as ativações retornarão ao Brasil e serão utilizadas pela Itaipu no Ecomuseu e em feiras e eventos, constituindo um importante legado para a empresa.

Fotos da apresentação de ballet: Betinho Sodré

Fotos do Pavilhão Brasil: Alexandre Marchetti/Itaipu

623791a61ff3420220318RAS8162
1-teatro-ita
6237918c15bef20220318RAS8036
6237921eacfd2AM4482
6237923e706d4AM4560
6237927fa6ad1AMI91872
623792679a44dAMI9154
623792551474cAM4632