Boa Noite! Hoje é 27 de Novembro de 2021


Leandro Parizotto, de empresário bem sucedido à piloto

Leandro Parizotto, de empresário bem sucedido à piloto

Leandro Parizotto nasceu em Xanxerê-Santa Catarina, em 28 de fevereiro de 1976, é casado com Daniela Xavier Fonseca e tem uma filha com 10 anos chamada Leticia e vive em São Paulo há 20 anos.
Desde criança, Leandro sonhava em ser piloto, mas devido a condição financeira, os estudos e o trabalho não teve oportunidade de competir.
Em 2019 recebeu um convite para testar alguns veículos, foi aí que Leandro decidiu que começaria a treinar pra valer para se tornar um piloto profissional. Na ocasião Leandro teve a orientação e apoio para ingressar no automobilismo de Murilo Macedo, seu Coach, ex-piloto e chefe de equipe Stock Car e também de Roberto Manzini, com quem fez os primeiros cursos para obter a Carteira de Piloto.
A partir de 2020, Leandro já começa a ser visto pelos autódromos do país, correndo na Copa Shell HB20 . No segundo ano de disputas, já fez rodada dupla em Goiânia, correu na Copa Shell HB20 na categoria SUPER e ficou em nono lugar no sábado e quarto lugar no domingo e na Copa GT Sprint Race ficou em primeiro na Categoria AM, essa fazendo dupla com Cassio Cortes.
A Copa Shell HB20 é uma das categorias mais acessíveis do automobilismo brasileiro e traz um grid cada vez maior de pilotos e disputas mais acirradas a cada etapa, o que aumenta o nível de competitividade e emoção. Sendo extremamente competitiva e técnica, cresceu muito em pouco tempo. Pilotos renomados de diversas categorias já correram ao menos uma etapa com os carros.”
Já a GT Sprint Race, com carros de competição, pneus slick e câmbio com “borboletas” no volante, traz uma velocidade bem superior e uma “tocada” do carro bem diferente do HB20.
Na categoria Sprint Race, Leandro está na expectativa de um patrocínio, visto que ser piloto em duas modalidades pode se tornar um tanto oneroso.
Para o próximo ano, o piloto gostaria de competir na Porsche Cup, mas ressalta que os custos envolvidos, a falta de incentivos para as empresas patrocinarem são um entrave bastante relevante. Essa falta de incentivo acaba por inviabilizar que muitos pilotos consigam correr nessas categorias.
Parizotto, lembra que o esporte automotor, em todas as suas categorias, tem uma visibilidade muito grande na mídia, especialmente em revistas como a DIFE BRASIL, na televisão e mais recentemente na internet. Essa visibilidade é importante para as empresas poderem patrocinarem os carros, com milhares de visualizações em cada fim de semana em cada etapa.
Segundo Leandro, o poder público de todas as esferas tem dado pouca atenção para o esporte no Brasil, inclusive retirando incentivos e revogando leis que proporcionavam inventivos para os atletas e para as equipes de competição. Isso impede não somente que surjam novos talentos como também impede que muitos esportistas consigam chegar no alto nível do automobilismo nacional.
Fora das pistas, Leandro tem uma carreira muito próspera, tem uma banca de advocacia com seu irmão e incentivador Ricardo Parizotto que é quem também toca o dia a dia do escritório. Além disso, é sócio da BID Comercializadora de energia elétrica que realiza a compra e venda de energia elétrica para pequenas, médias e grandes empresas de todo país.
Leandro Parizotto, é uma boa promessa, de empresário próspero à destaque do automobilismo brasileiro.
Texto: Fabiane Heisler

1-Parizotto-2
CH20085-2
1-Parizotto
CH20058-2
CH29314-2
CH20100-2
GT-Sprint-Race-Special-Edition-7-2